All Tweets
Previous:
Next:

3.1 Por que razão devo rezar e como o posso fazer?

Oração pessoal

Orar é falar com Deus (não apenas para ele). Quando você ora, você leva tempo para conhecer Deus e construir um relacionamento com ele. Isso é importante para todo cristão. Jesus disse aos seus discípulos para orar frequentemente (Lc 22,46)Lc 22,46 Disse-lhes: “Por que dormis? Levantai-vos, orai, para não cairdes em tentação”.. No entanto, a oração nem sempre é fácil: como você começa e o que você pode dizer?

A coisa mais importante a perceber é que Deus está sempre com você, até mesmo agora enquanto você navega na Internet... Nada impede que você feche os olhos neste exato momento e diga a Deus o que está em seu coração. Peça ajuda, diga a ele o que você acha difícil e agradeça pelo que recebeu. Isso é orar!

> Leia mais no livro

Deus pede-te para rezar. Ele espera por ti! A tua relação com Deus vai-te trazer a verdadeira e duradoura alegria. Tu podes perguntar e dizer-lhe qualquer coisa.

A Sabedoria da Igreja

What is prayer?

Estamos em oração quando o nosso coração se dirige a Deus. Quando uma pessoa ora, entra numa relação viva com Deus.

A oração é a porta para a fé. Quem ora deixa de viver de si, para si e a partir da própria força. Ele sabe que há um Deus com quem pode falar. Uma pessoa que ora entrega-se cada vez mais a Deus. Ela procura desde já a união com aquele com quem, cara a cara, se encontrará um dia. Por isso, pertence à vida cristã o esforço pela oração diária. Porém, não se aprende a orar como se aprende uma técnica. Embora isso soe estranho, orar é um dom que se obtém na oração. [Youcat 469]

Isto é o que dizem os Papas

Em meio às nossas ocupações humanas comuns, não podemos perder o contato com Cristo. Precisamos de momentos especiais separados exclusivamente para a oração. A oração é indispensável, tanto na vida pessoal como no apostolado. Não pode haver testemunho cristão autêntico a menos que tenhamos sido fortalecidos pela oração. A oração é a fonte de inspiração, energia e coragem diante das dificuldades e obstáculos: é a fonte da perseverança e da capacidade de tomar iniciativas com força renovada. [Papa João Paulo II, Homilia em Gorzov, 2 Jun. 1997]