All Tweets
Previous:
Next:
reformatoren

2.36 Quais são as ideias que desencadearam a Reforma?

Rumo à Reforma

Em 1517, um monge alemão chamado Martinho Lutero escreveu uma carta contendo 95 teses criticando a Igreja. Ele se opôs legitimamente à corrupção do clero e à venda de indulgências.

No entanto, Lutero também ridicularizou e negou muitas verdades e coisas boas, como a vida em comunhão com os santos, a autoridade do Papa e as explicações dadas pela Igreja para entender melhor a fé. No final, uma separação surgiu na Igreja por causa da rebelião radical de Lutero.

> Leia mais no livro

Lutero estava certo em denunciar certos abusos na Igreja mas, na sua procura de reformas, também negou verdades importantes e causou um cisma.

Isto é o que dizem os Papas

Como um teólogo mergulhado na Sagrada Escritura e nos Padres da Igreja, [São Lourenço de Brindisi] foi capaz de ilustrar a doutrina católica de maneira exemplar para os cristãos que, especialmente na Alemanha, aderiram à Reforma. Com sua exposição calma e clara, ele demonstrou o fundamento bíblico e patrístico de todos os artigos de fé disputados por Martinho Lutero. Estas incluíam a primazia de São Pedro e dos seus Sucessores, a origem divina do Episcopado, a justificação como uma transformação interior do homem e a necessidade de fazer boas obras para a salvação.[Papa Bento XVI, 23 Mar 2011]