All Tweets
prev
Previous:2.35 Que negócio foi este da Igreja vender indulgências como bilhetes para o céu?
next
Next:2.37 Qual é a diferença entre Protestantes e Católicos?

2.36 Quais são as ideias que desencadearam a Reforma?

Rumo à Reforma

Em 1517, um monge alemão chamado Martinho Lutero escreveu uma carta contendo 95 teses criticando a Igreja. Ele se opôs legitimamente à corrupção do clero e à venda de indulgências.

No entanto, Lutero também ridicularizou e negou muitas verdades e coisas boas, como a vida em comunhão com os santos, a autoridade do Papa e as explicações dadas pela Igreja para entender melhor a fé. No final, uma separação surgiu na Igreja por causa da rebelião radical de Lutero.

Lutero estava certo em denunciar certos abusos na Igreja mas, na sua procura de reformas, também negou verdades importantes e causou um cisma.
Isto é o que dizem os Papas

Como um teólogo mergulhado na Sagrada Escritura e nos Padres da Igreja, [São Lourenço de Brindisi] foi capaz de ilustrar a doutrina católica de maneira exemplar para os cristãos que, especialmente na Alemanha, aderiram à Reforma. Com sua exposição calma e clara, ele demonstrou o fundamento bíblico e patrístico de todos os artigos de fé disputados por Martinho Lutero. Estas incluíam a primazia de São Pedro e dos seus Sucessores, a origem divina do Episcopado, a justificação como uma transformação interior do homem e a necessidade de fazer boas obras para a salvação.[Papa Bento XVI, 23 Mar 2011]