All Tweets
prev
Previous:4.15 O que é um santo?
next
Next:4.17 Como é que alguém se torna santo?

4.16 A que santo devo rezar? Há tantos!

A chamada à santidade

Os muitos santos mostram cada um à sua maneira quão grande é o amor de Deus por nós. Durante suas vidas, eles tinham total confiança em Jesus e, por isso, tornaram-se um exemplo para nós. Os santos oram por nós no céu e podemos pedir a oração deles.

Tome Santa. Lidwina de Schiedam, Santa Rita de Cássia e Santo Antônio de Pádua, por exemplo. Cada um desses santos serve como um exemplo para nós, cada um a seu modo. Sua fé e devoção a Deus permitiram que eles colocassem os interesses de outras pessoas acima dos seus. Desta forma, demonstraram grande amor pelo próximo.

Alguns santos são padroeiros de causas ou situações específicas. Segue os seus exemplos e torna-te um santo também!
A Sabedoria da Igreja

O que significa a “comunhão dos santos”?

Pertencem à "comunhão dos santos" todas as pessoas que colocaram a sua esperança em Cristo e Lhe pertencem pelo Batismo, tenham elas já morrido ou vivam ainda. Porque somos um "corpo" em Cristo, vivemos uma comunhão que abraça o Céu e a Terra.


A Igreja é maior e mais viva do que pensamos. A ela pertencem conhecidos e desconhecidos, grandes santos e pessoas modestas, os vivos e os mortos, encontrem-se estes ainda em processo de purificação ou estejam já na glória de Deus. Podemos ajudar-nos mutuamente até para além da morte. Podemos pedir ajuda aos santos que mais agradam ou têm o nosso nome, e inclusivamente aos nossos familiares falecidos que cremos estarem já em Deus. Inversamente, podemos ajudar os nossos falecidos ainda em processo de purificação, mediante a nossa oração de súplica. Tudo o que uma pessoa faz ou sofre em Cristo e por Cristo torna-se proveitoso para todos; infelizmente, isso também significa, contrariamente, que cada pecado danifica a comunhão. [Youcat 146]

Que significado tem o nome dado por ocasião do Batismo?

Através do nome que adquirimos no batismo, Deus diz-nos: "Chamei-te pelo teu nome, tu és Meu!" (Is 43,1).

No batismo, o ser humano não se dissolve numa divindade anônima, mas é precisamente confirmado na sua individualidade. Ser batizado com um nome significa: Deus conhece-me; Ele aceita-me como sou e acolhe-me para sempre na minha inconfundível unidade.  [Youcat 201]

Por que devem os cristãos escolherem para o Batismo os nomes dos grandes santos?

Não há melhores modelos e melhores auxiliares que os santos. Quando o meu nome é o nome de um santo, tenho pelo menos um amigo diante de Deus. [Youcat 202]

Isto é o que dizem os Papas

A Igreja, durante o Ano Litúrgico, convida-nos a fazer memória de uma multidão de Santos, ou seja, daqueles que viveram plenamente a caridade, que souberam amar e seguir Cristo na sua vida quotidiana. Eles dizem-nos que é possível para todos percorrer este caminho… devo dizer que também para a minha fé pessoal muitos santos, não todos, são verdadeiras estrelas no firmamento da história…  Esta bondade, que maturaram na fé da Igreja, é para mim a apologia do cristianismo mais segura e o sinal de onde se esteja a verdade. [Papa Bento XVI, Audiência Geral, 13 Abr. 2011]