All Tweets
Previous:
Next:

4.22 É mau que eu lute pela castidade?

Sexualidade

Todos são chamados à castidade, incluindo pessoas casadas. A castidade diz respeito a toda a pessoa. É sobre quem você é, como vive sua vida e como pode ser feliz. Isso inclui lidar da maneira certa com os sentimentos sexuais que todos experimentam.

Simplesmente procurar satisfazer sua própria luxúria não o torna verdadeiramente feliz. Sempre haverá algo faltando. Isso porque o sexo é essencialmente uma expressão de devoção e amor. O próprio Jesus nos deu um maravilhoso exemplo de uma vida casta. Ele não viveu para si e para seus próprios sentimentos, mas foi movido por seu amor por Deus e pelas pessoas ao seu redor.

> Leia mais no livro

O desejo sexual faz parte do ser humano. A castidade ajuda-nos a escolher bem como lidar com isso. O verdadeiro amor, não a luxúria, faz-nos felizes.

A Sabedoria da Igreja

O que supõe a virtude da castidade?

Supõe a aprendizagem do domínio de si, que é uma pedagogia de liberdade humana aberta ao dom de si. Para tal fim, é necessária uma educação integral e permanente, através de etapas graduais de crescimento. [CCIC 489]
 

Como pode se viver um amor casto? Como se atinge essa meta?

Castamente vive quem é livre para o amor e não quem é escravo dos seus impulsos e paixões. Tudo o que faz com que uma pessoa ganhe significado, naturalidade, liberdade e afeto contribui para um amor mais casto.

Uma pessoa torna-se livre para o amor através da autodisciplina, que se deve adquirir, exercitar e conservar em cada etapa da vida. Para isso contribui, em qualquer situação, permanecer fiel aos Mandamentos de Deus, fugir ou guardar-se das tentações, evitar toda a forma de vida dupla ou dupla moral, e fortalecer-se no amor. Poder viver um amor puro e indiviso é, portanto, uma graça e um maravilhoso dom de Deus. [Youcat 405]

Quais os meios que ajudam a viver a castidade?

São numerosos os meios à disposição: a graça de Deus, a ajuda dos sacramentos, a oração, o conhecimento de si, a prática de uma ascese adaptada às situações, o exercício das virtudes morais, em particular da virtude da temperança, que procura fazer com que as paixões sejam guiadas pela razão. [CCIC 490]

O que é o amor?

O amor é a livre entrega do coração.

Quando alguém ama uma coisa a sério, tem tanta vontade dessa coisa que sai de si mesmo para se entregar a ela. Um músico pode se entregar a uma obra-prima. Uma educadora de infância pode estar disponível de todo o coração para as suas crianças. Nesta amizade está o amor. A mais bela forma de amor neste mundo é, todavia, o amor entre um homem e uma mulher, no qual duas pessoas se entregam mutuamente para sempre. Este amor humano é uma imagem do amor divino, o amor por excelência. O amor é o que o Deus trino tem de mais íntimo. Em Deus, existe partilha constante e entrega perene. Quando o amor divino transborda, participamos no eterno amor de Deus. Quanto mais o ser humano ama, mais parecido fica com Deus. O amor deve cunhar toda a vida de uma pessoa, o que, no entanto, se realiza profundamente quando um homem e uma mulher se amam no matrimônio e se tornam "uma só carne". (Gn 2,24). [Youcat 402]

Quais os principais pecados contra a castidade?

São pecados gravemente contrários à castidade, cada um segundo a natureza do objeto: o adultério, a masturbação, a fornicação, a pornografia, a prostituição, o estupro, os atos homossexuais. Estes pecados são expressão do vício da luxúria. Cometidos contra os menores, são atentados ainda mais graves contra a sua integridade física e moral. [CCIC 492]

A masturbação é um atentado contra o amor?

A Masturbação é um atentado contra o amor, porque torna a estimulação do prazer num fim em si mesmo e desvia a pessoa do desenvolvimento integral do amor entre o homem e a mulher. Por isto, o "sexo consigo mesmo" é, em si mesmo, uma contradição.

A Igreja não diaboliza a masturbação, mas avisa que ela não é inocente. Na verdade, muitos jovens e adultos são prejudicados por se isolarem no consumo de imagens, filmes e ofertas da internet, em vez de procurarem o amor numa relação pessoal. A solidão pode levar a um beco sem saída, onde a masturbação se torna um vício. Ninguém, contudo, se torna feliz vivendo o tema "para sexo não preciso de ninguém; faço-o sozinho, como e quando preciso". [Youcat 409]

O que se entende por “fornicação”?

A fornicação (gr. Pornéia) significa, originalmente, as práticas sexuais pagãs, como a prostituição sagrada. Posteriormente, o termo passou a referir-se a todos os tipos de ações sexuais fora da união conjugal. Hoje é vulgarmente empregado em sentido penal (fornicação com menores ou dependentes, etc.).

Frequentemente, a fornicação está ligada à aliciação, à mentira, à violência, à dependência e ao abuso. Ela é, portanto, uma grave falta contra o amor, porque fere a dignidade do ser humano e interpreta mal o sentido da sexualidade humana. O Estado tem o dever de proteger sobretudo os menores de atitudes obscenas. [Youcat 410]

Por que motivo a prostituição é uma forma de fornicação?

Na prostituição o "amor" degrada-se em mercadoria e o ser humano converte-se em objeto de prazer. Por isto, a prostituição é uma grave falta contra a dignidade humana e um pecado grave contra o amor.

Os beneficiários da prostituição (comerciantes de pessoas, proxenetas, clientes) carregam sem dúvida sobre si uma culpa maior que as mulheres, os homens, as crianças e os jovens que vendem o seu corpo, amiúde pela obrigação ou pela dependência. [Youcat 411]

Por que razão a produção e o consumo de pornografia são um pecado contra o amor?

Peca gravemente quem faz mau uso do amor, arrancando a sexualidade humana da intimidade de um amor vivido comprometidamente por duas pessoas e convertendo-a em mercadoria comprável. Quem fabrica, consome ou compra produtos pornográficos fere a dignidade humana e alicia os outros ao mal.

A pornografia é uma variante da prostituição, pois também aí o ser humano é tentado a dar "amor" por dinheiro. Atores, produtores e comerciantes faltam de mesma forma grave contra o amor e a dignidade humana. Quem consome produtos pornográficos, quem se move em mundos virtuais pornográficos ou participa em eventos pornográficos encontra-se no alargado circuito da prostituição e promove o negócio sujo e bilionário do sexo. [Youcat 412]

Por que motivo a violação é um pecado grave?

Quem viola outra possoa rebaixa-a integralmente porque invade violentamente a intimidade profunda dessa pessoa e fere-a no cerne de sua capacidade de amar.

O violador comete um crime na essência do amor. Faz parte da essência da união sexual que esta ocorra exclusivamente no âmbito livre do amor. As violações podem até acontecer no matrimônio… Mais reprovável é a violação no seio das relações de dependência social, hierárquica, profissional e familiar, como entre pais e filhos, ou entre professores, educadores, sacerdotes religiosos e os seus pupilos. [Youcat 413]

Isto é o que dizem os Padres da Igreja

Com os cristãos habita a temperança, o autodomínio é praticado, a monogamia é observada, a castidade é vigiada, a iniquidade exterminada, o pecado extirpado, a justiça exercida, a lei administrada, a adoração realizada, Deus reconhece: a verdade governa, a graça protege a paz; a santa Palavra guia, a sabedoria ensina, a vida dirige, Deus reina. [São Teófilo de Antioquia, A Autólico, Livro 3:15 (MG 6, 1141)]