All Tweets
Previous:
Next:
krottenwijk

4.45 A Doutrina Social da Igreja é sobre cuidar dos pobres?

Sociedade e comunidade

Todo ser humano é criado por Deus e merece nosso cuidado e amor. A base para grande parte do trabalho social da Igreja ao longo dos tempos tem sido a atenção especial de Jesus para pessoas pobres, vulneráveis, doentes e solitárias, e outras pessoas que precisavam de ajuda.

Jesus também nos chama para cuidar do próximo. Este princípio é o fundamento do ensino social católico, que pode ser atribuído ao próprio Jesus. Em todas as épocas, os mesmos princípios de caridade tinham que ser aplicados de uma maneira diferente. Mais uma vez, a atenção para a dignidade humana e uma distribuição justa da riqueza e do trabalho é necessária.

> Leia mais no livro

O amor fraterno concretiza-se através da Doutrina Social da Igreja. Baseia-se na dignidade humana, na solidariedade e na subsidiariedade.

A Sabedoria da Igreja

Qual é o conteúdo da doutrina social da Igreja?

A doutrina social da Igreja, como desenvolvimento orgânico da verdade do Evangelho sobre a dignidade da pessoa humana e sobre a sua dimensão social, contém princípios de reflexão, formula critérios de juízo, oferece normas e orientações para a ação. [CCIC 509]
 

Por que tem a Igreja Católica uma doutrina social própria?

Porque todas as pessoas possuem, como filhas de Deus, uma dignidade única, a Igreja empenha-se com a sua Doutrina Social por que esta dignidade humana também se realize, no âmbito social, em todas as pessoas. Ela não quer tutelar a política ou a economia; mas quando, na política e na economia, a dignidade humana é ferida, a Igreja tem de se intrometer.
 

"As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias das pessoas de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo" (Gaudium et spes, nº1). Na sua Doutrina Social, a Igreja concretiza esta frase. E ela questiona: como podemos assumir a responsabilidade pelo bem-estar e pela convivência junta com todos, mesmo os que não são cristãos? Como devem ser formadas as instituições políticas, econômicas e sociais? No seu empenho pela justiça, a Igreja é guiada por um amor que se orienta pelo amor de Cristo à humanidade. [Youcat 438]

Isto é o que dizem os Papas

A caridade está no coração da doutrina social da Igreja. Toda responsabilidade e todo compromisso que a doutrina deriva é derivado da caridade que, segundo o ensinamento de Jesus, é a síntese de toda a lei (cf. Mt 22,36-40). Dá substância real ao relacionamento pessoal com Deus e com o próximo; é o princípio não apenas das micro-relações (com amigos, com membros da família ou dentro de pequenos grupos), mas também de macro-relacionamentos (sociais, econômicos e políticos). Para a Igreja, instruída pelo Evangelho, a caridade é tudo. [Papa Bento XVI, Deus caritas est, nº 2]