All Tweets
Previous:
Next:

3.28 O Natal é a maior festa ou feriado do ano?

Grandes festas da Igreja

Depois da Páscoa e do Pentecostes, o Natal é o dia de festa mais importante do ano. No Natal celebramos que Jesus, o próprio Deus, nasceu como um ser humano, para que ele pudesse estar muito perto de nós e nos mostrar o caminho para Deus.

Para nos ajudar a perceber a magnificência deste evento, o Natal é celebrado durante um período de oito dias chamado de Oitava de Natal.

> Leia mais no livro

Depois da Páscoa e do Pentecostes, o Natal é o maior dia de festa na Igreja Católica.

A Sabedoria da Igreja

Que ensina o Evangelho sobre os Mistérios do nascimento e da infância de Jesus?

No Natal, a glória do Céu manifesta-se na debilidade dum menino; a circuncisão de Jesus é sinal da pertença ao povo hebraico e prefiguração do nosso Batismo; a Epifania é a manifestação do Rei-Messias de Israel a todas as gentes; na sua apresentação no templo, em Simeão e Ana é toda a esperança de Israel que vem ao encontro do seu Salvador; a fuga para o Egito e a matança dos inocentes anunciam que toda a vida de Cristo estará sob o sinal da perseguição; o seu regresso do Egito recorda o Êxodo e apresenta Jesus como o novo Moisés: Ele é o verdadeiro e definitivo libertador. [CCIC 103]

Isto é o que dizem os Papas

Aos povos que, em qualquer parte do mundo, professam corajosamente os valores democráticos, da liberdade, do respeito e da acolhida recíproca, à cada pessoa de boa vontade independentemente da sua cultura, proclama hoje o feliz anúncio do Natal:

“Paz na terra aos homens do Seu agrado” (cf. Lc 2,14). À humanidade que se debruça no novo milénio Vós, Senhor Jesus, por nós nascido em Belém, pedis o respeito por cada pessoa,  sobretudo quando é pequena e débil; pedis a renúncia a toda forma de violência… Obrigado por este Vosso dom, Menino Jesus! [Papa João Paulo II, Urbi et Orbi Santo Natal 2000, nº 6]