All Tweets
Previous:
Next:

3.27 Que tipos de festividades se celebram ao longo do ano?

Liturgia

O ano litúrgico começa com o Advento e o Natal. A Quaresma é um período de jejum e preparação para a importante festa que celebramos na Páscoa, ou seja, a ressurreição de Jesus. O tempo pascal termina depois da Ascensão, no Pentecostes.

Na "época ordinária" (o restante do ano litúrgico) somos convidados a aprender a viver mais e mais como os filhos de Deus, depois de celebrarmos os principais dias de festa com foco em Jesus. Há também dias de festa honrando Maria, os santos e os anjos. No último domingo do ano litúrgico, celebramos a festa de Cristo Rei. A regra de Deus é baseada não tanto nas leis, mas no amor.

> Leia mais no livro

Há muitas festas que celebram Jesus, os anjos, Maria e os outros santos. Estas festividades ajudam-nos a dar glória a Deus pelas nossas vidas.

A Sabedoria da Igreja

O que é o Ano Litúrgico?

O Ano Litúrgico é a sobreposição do percurso do ano normal com os mistérios da vida de Cristo, desde a encarnação até o regresso glorioso. O Ano Litúrgico começa com o Advento (o tempo da espera do Senhor), tem o seu primeiro clímax no tempo do Natal e o segundo, ainda mais alto, na celebração da Paixão, Morte e Ressurreição redentora de Cristo, na Páscoa. O tempo Pascal termina com o Pentecostes (a descida do Espírito Santo sobre a Igreja). O Ano Litúrgico é continuamente interrompido por festas de Maria e dos Santos, nas quais a Igreja exalta a graça de Deus, que conduziu a humanidade à salvação. [Youcat 186]

Isto é o que dizem os Papas

Depois do tempo pascal, concluído no domingo passado com o Pentecostes, a liturgia voltou ao "tempo comum". Mas isto não significa que o empenho dos cristãos deva diminuir, aliás, tendo entrado na vida divina mediante os Sacramentos, somos chamados quotidianamente a estar abertos à acção da Graça, para progredir no amor a Deus e ao próximo. [Papa Bento, Angelus, 30 Maio 2010]