All Tweets
Previous:
Next:
weg met T-splitsing

3.4 Pode a oração ajudar-me a tomar as decisões corretas?

Oração pessoal

Para descobrir o que Deus quer para nós, devemos aprender a reconhecer como ele fala conosco nas profundezas de nossos corações. Ouvir a Deus significa ouvir nossos sentimentos mais profundos. Só dentro de nós podemos encontrar a Vontade de Deus.

É bom distinguir quais desejos vêm do Espírito Santo e quais não. Para fazer isso, você precisa da ajuda de Deus. Uma vez que tenha descoberto o que você deve fazer, você realmente experimentará a paz interior e o silêncio. Esse sentimento é o que Deus quer para cada um de nós, pois indica o que é certo.

> Leia mais no livro

Os teus desejos mais profundos são de Deus, que te quer ajudar a tomar decisões. Quando tu lhe pedes orientação, ele tem a certeza do que dá.

A Sabedoria da Igreja

Quando Jesus rezava?

O Evangelho apresenta muitas vezes Jesus em oração. Ele retira-se para a solidão, mesmo de noite. Jesus reza antes dos momentos decisivos da sua missão ou da missão dos Apóstolos. De fato, toda a sua vida é oração, porque Ele existe numa comunhão constante de amor com o Pai. [CCIC 542]

How did Jesus pray?

A vida de Jesus era uma oração única. Em momentos decisivos, como a tentação no deserto, a escolha dos apóstolos e a crucificação, a sua oração era especialmente intensa. Com frequência, sobretudo à noite, ele retirava-se na solidão, para orar. Ser um com o Pai, no Espírito Santo, era o fio condutor da sua vida eterna. [Youcat 475]

Isto é o que dizem os Papas

"Vós me ensinareis o caminho da vida, há abundância de alegria junto de vós, e delícias eternas à vossa direita” (Sl 15,11). Toda vocação, cada caminho para o qual Cristo nos chama, conduz finalmente à realização e à felicidade, porque leva a Deus, ao compartilhar da própria vida de Deus... Quem recebe a Boa Nova é jubiloso, radiante de alegria, e também dá a alegria para os outros. [Papa João Paulo II, Homilia ao "Fórum Internacional da Juventude", 13 Jan. 1995]