All Tweets
Previous:
Next:

4.1 Por que estamos aqui na Terra?

Vocação
Estamos aqui para conhecer, amar e servir a Deus. Isto far-nos-á tão felizes quanto o podemos ser agora e perfeitamente felizes para sempre no céu.

A Sabedoria da Igreja

Para que fim Deus criou o homem?

Deus criou tudo para o homem, mas o homem foi criado para conhecer, servir e amar a Deus, para lhe oferecer neste mundo toda a criação em ação de graças e para ser elevado à vida com Deus no céu. Só no mistério do Verbo encarnado se esclarece verdadeiramente o mistério do homem, predestinado a reproduzir a imagem do Filho de Deus feito homem, que é a perfeita “imagem de Deus invisível” (Col 1,15). [CCIC 67]

Em que consiste a lei moral natural?

A lei natural, escrita pelo Criador no coração de cada ser humano, consiste numa participação na sabedoria e bondade de Deus, e manifesta o sentido moral originário que permite ao homem discernir, pela razão, o bem e o mal. Ela é universal e imutável, e constitui a base dos deveres e dos direitos fundamentais da pessoa, bem como da comunidade humana e da própria lei civil. [CCIC 416]

Existe uma lei natural que possa ser conhecida por todos?

Se as pessoas fazem o bem e evitam o mal, deve estar inscrita, no seu íntimo, a sua consciência sobre aquilo que é bom ou mau. Com efeito, existe uma tal lei, por assim dizer "natural" ao ser humano, que em princípio pode ser descoberta por qualquer pessoa através de sua razão.

A Lei Natural é válida para todos. Diz ao ser humano que direitos e deveres fundamentais ele tem, constituindo, assim, o fundamento intrínseco da convivência na família, na sociedade e no Estado. Porque o conhecimento natural está ofuscado pelo pecado e pela fraqueza humana, o ser humano necessita da ajuda de Deus e de Sua Revelação, para permanecer no bom caminho. [Youcat 333]

Isto é o que dizem os Padres da Igreja

O homem, sendo uma parte da sua criação, deseja louvar-te [como o nosso Deus]. Você nos move para nos deliciarmos em louvores a ti; porque nos fizeste para ti e os nossos corações estão inquietos até encontrarem descanso em ti. [Santo Agostinho, Confissões, Livro 1, Cap. 1 (ML 32, 661)]

A clara misericórdia de Cristo é pregada em todas as coisas, do fato de que aqueles que perecem o fazem por sua própria negligência. Aqueles que, por outro lado, são salvos são liberados através do propósito de Cristo, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade (I Tm 2,4). [Santo Ambrose, Caim e Abel, Livro 2, Cap. 3 (ML 14, 346)]