All Tweets
Previous:
Next:

2.45 Qual foi a resposta da Igreja aos desenvolvimentos no século XIX?

A resposta da Igreja

Como Roma foi anexada pela Itália em 1870, o poder secular do papa diminuiu. Sua influência moral, no entanto, cresceu. Várias novas ideologias criticaram a fé e a descreveram como irracional. Em resposta, a Igreja desenvolveu novas maneiras de explicar e demonstrar a razoabilidade da fé. Por exemplo, o papa encorajou a pesquisa científica.

Em resposta ao socialismo, o papa Leão XIII escreveu em uma carta (encíclica) que trabalhadores e donos de fábricas tinham que trabalhar juntos para construir uma sociedade melhor, e que o Estado também tem um papel nesse esforço. Ele também pediu a criação de sindicatos católicos. Esta encíclica é considerada a primeira expressão formal da doutrina social da Igreja.

> Leia mais no livro

No século XIX, o Papa tinha menos poder no mundo, mas uma maior influência moral. Ele defendeu a Fé e os direitos dos trabalhadores.

Isto é o que dizem os Papas

O século XIX tornou-se o século dos grandes santos, de nova vitalidade para uma multidão de congregações religiosas, e a fé é mais forte que todas as correntes que vêm e vão ... Mesmo em tempos difíceis, quando há escassez de vocações, a Palavra do Senhor vive para sempre. E aquele que, como o próprio Senhor disse, constrói a sua vida sobre esta "rocha" da Palavra de Cristo, constrói-a bem. Portanto, podemos estar confiantes. Também vemos novas iniciativas de fé em nossos dias. Vemos que na África, apesar de todos os seus problemas, a Igreja tem novas vocações, o que é encorajador. [Pope Benedict XVI, Meeting with Albano priests, 31 Aug. 2006]