All Tweets
prev
Previous:1.40 Maria permaneceu sempre virgem e nunca pecou?
next
Next:1.42 O que é esta história de anjos caídos?

1.41 Há realmente anjos no céu?

Maria e os anjos
Os anjos estão em toda parte na Bíblia, adorando a Deus no céu e a trazer-nos mensagens. Eles olham sobre nós. Tu, também, tens um anjo da guarda!
A Sabedoria da Igreja

O que são os anjos?

Os anjos são criaturas de Deus, puramente espirituais, que têm inteligência e vontade. Não são corporais nem mortais e normalmente não são visíveis. Vivem constantemente na presença de Deus e transmitem aos seres humanos a vontade de Deus e a sua proteção.

Um anjo, escrevia o cardeal Joseph Ratzinger, “é, por assim dizer, o pensamento pessoal com que Deus se dedica a mim”. Ao mesmo tempo, os anjos dedicam-se totalmente ao seu Criador. Eles ardem de por ele e servem-no dia e noite. Nunca cessa o seu canto de louvor. Na Sagrada Escritura, designam-se por “diabos” ou “demônios” os anjos que renegaram a Deus. [Youcat 54].

Como é que os anjos estão presentes na vida da Igreja?

A Igreja une-se aos anjos para adorar a Deus, invoca a sua assistência e celebra liturgicamente a memória de alguns.

          “Cada fiel tem ao seu lado um anjo como protetor e pastor, para o conduzir à vida” (São                  Basílio Magno).

 

[CCIC 61]

Podemos relacionar-nos com os anjos?

Sim. Podemos invocar a ajuda dos anjos e pedir-lhes intercessão junto de Deus.

Cada pessoa recebe, de Deus, um anjo da guarda. É bom e conveniente rezar ao anjo da guarda, em benefício seu ou dos outros. Os anjos, por iniciativa própria, também se podem fazer perceptíveis na vida de um Cristão, como, por exemplo, quando são portadores de uma mensagem ou se fazem bons companheiros. A fé nada tem a ver com os anjos exotéricos. [Youcat 55]

Isto é o que dizem os Padres da Igreja

Deixemos nossa glória e nossa confiança estar em [Deus], deixemo-nos estar sujeitos à sua vontade. Consideremos toda a multidão de anjos, como eles estão e ministram à sua vontade. [São Clemente Romano, Carta aos Coríntios, Cap. 34 (MG 1, 276)]

Este é o ofício dos anjos, ministrar a Deus para nossa salvação. De modo que é uma obra angelical, fazer tudo pela salvação dos irmãos: ou melhor, é a obra do próprio Cristo, pois ele realmente salva como Senhor, mas eles como servos. [São João Crisóstomo, Homilias em Hebreus, 3:4 (MG 63, 30)]