All Tweets
Previous:
Next:

2.11 Quais são as origens da Igreja? Como é que tudo começou?

A origem da Igreja

Jesus reuniu os primeiros apóstolos e assim estabeleceu a Igreja. Nossos atuais bispos e o papa são os sucessores dos apóstolos. Desde o início, os apóstolos delegaram tarefas aos bispos. A Igreja é composta dos bispos junto com todos os outros fiéis.

Na comunidade da Igreja, aprendemos a viver juntos e a orar adequadamente. Desta forma, estamos sendo preparados para viver juntos com Deus no céuFalando sobre o Evangelho, outras pessoas têm a oportunidade de se unir a essa comunidade também e, assim, aproximar-se de Deus.

> Leia mais no livro

Jesus instituiu a Igreja, a fim de reunir o mundo inteiro para si mesmo e, através dele, para o Pai. Começou ainda antes da criação.

A Sabedoria da Igreja

O que significa “Igreja”?

Igreja, em grego, diz-se ekklesia e significa “os convocados”. Todos nós, que somos batizados e cremos em Deus, somos convocados pelo Senhor. Juntos somos a Igreja. Cristo é, no dizer de São Paulo, a “cabeça” da Igreja; nós somos o seu “corpo”. 

Quando celebramos os sacramentos e ouvimos a Palavra de Deus. Cristo está em nós e nós estamos nele - Isto é a Igreja. A Sagrada Escritura descreve a comunhão estreita, pessoal e vital de todos os batizados com Jesus através de metáforas sempre novas: ora fala do Povo de Deus, ora da Esposa de Cristo; ora é chamada Mãe, ora é a Família de Deus ou comparada a um banquete nupcial. A Igreja nunca é uma simples instituição ou uma “igreja administrativa” que podemos pôr de lado. Podem escandalizar-nos os erros e os defeitos da Igreja, mas não nos podemos distanciar dela porque Deus a escolheu irrevogavelmente e, apesar de todos os pecados, não se distancia dela. A Igreja é a presença de Deus na humanidade, pelo que a devemos amar. [Youcat 121]

Quais são as origens e a realização plena da Igreja?

A Igreja encontra a sua origem e a sua realização plena no eterno desígnio de Deus. Foi preparada na Antiga Aliança com a eleição de Israel, sinal da reunião futura de todas as nações. Fundada pelas palavras e ações de Jesus Cristo, foi realizada sobretudo mediante a sua morte redentora e a sua ressurreição. Foi depois manifestada como mistério de salvação mediante a efusão do Espírito Santo, no dia de Pentecostes. Terá a sua realização plena no fim dos tempos, como assembleia celeste de todos os redimidos. [CCIC 149]

Para que quer Deus a Igreja?

Deus quer a Igreja, porque nos quer salvar, não individualmente, mas em comunhão. Ele quer fazer de toda a humanidade o seu povo.

Ninguém vai para o céu por uma porta insocial. Quem só pensa em si e na salvação da própria alma vive “in-socialmente”. Isso é impossível tanto na terra como no céu. Nem Deus é insocial; não é um ser solitário, autossuficiente. O deus trino é, em si mesmo, “social”, uma comunhão, um eterno intercâmbio de amor. Também o ser humano, segundo o modelo de Deus, visa relação, permuta, participação e amor. Somos responsáveis uns pelos outros. [Youcat 122]

Isto é o que dizem os Padres da Igreja

Os apóstolos receberam o Evangelho para nós do Senhor Jesus Cristo ... com plena certeza do Espírito Santo, eles saíram pregando o Evangelho do Reino de Deus que estava por vir. Pregando, por conseguinte, em todo o país e nas cidades, eles nomearam seus primeiros frutos, depois de testá-los pelo Espírito, para serem bispos e diáconos daqueles que deveriam crer. [São Clemente de Roma, Carta aos Coríntios, Cap. 42 (MG I, 292)]

Isto é o que dizem os Papas

A salvação, que permanece sempre como um dom do Espírito Santo, requer a cooperação do homem, tanto para salvar a si mesmo como para salvar os outros. Esta é a vontade de Deus, e é por isso que ele estabeleceu a Igreja e fez dela parte de seu plano de salvação. [Papa João Paulo II, Redemptoris Missio, nº 9]