All Tweets
Previous:
Next:
kalot, stola en schoenen van de paus

2.4 Como é que alguém chega a ser Papa?

A Igreja atual

Quando um Papa morre ou renuncia, todos os cardeais com menos de oitenta anos se reúnem no Vaticano para um conclave. Eles escolhem um novo papa de sua classe. A votação continua até que alguém tenha obtido pelo menos dois terços dos votos. Ele é perguntado se ele aceita o papado e - se a resposta for sim - que nome ele adotará como papa.

A fumaça branca subindo da chaminé da Capela Sistina indica que um novo papa foi escolhido. O papa é então apresentado na sacada da Basílica de São Pedro com as palavras “Habemus Papam!” (“Temos um papa!”)

> Leia mais no livro

O Papa é eleito pelos cardeais num conclave, na Capela Sistina. Ele é apresentado a todos com as palavras ‘Habemus Papam!’.

A Sabedoria da Igreja

Porque é que Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica?

Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica com a missão de apascentar o povo de Deus em seu nome, e para isso lhe deu autoridade. A hierarquia eclesiástica é formada por ministros sagrados: Bispos, presbíteros e diáconos. Graças ao sacramento da Ordem, os Bispos e os presbíteros agem, no exercício do seu ministério, em nome e na pessoa de Cristo, a cabeça; os diáconos servem o povo de Deus na diaconia (serviço) da palavra, da liturgia, da caridade. [CCIC 179]

Como se atua a dimensão colegial do ministério eclesial?

A exemplo dos doze Apóstolos escolhidos e enviados por Cristo, a união dos membros da hierarquia eclesiástica está ao serviço da comunhão dos fiéis. Cada Bispo exerce o ministério, como membro do colégio episcopal, em comunhão com o Papa, participando com ele na solicitude pela Igreja universal. Os sacerdotes exercem o seu ministério no presbitério da Igreja particular, em comunhão com o próprio Bispo e sob a sua condução.[CCIC 180]

Porque é que o ministério eclesial tem um caráter pessoal?

O ministério eclesial tem também um caráter pessoal, pois, em virtude do sacramento da Ordem, cada um é responsável diante de Cristo, que pessoalmente o chamou, conferindo-lhe a missão. [CCIC 181]

Por que motivo a Igreja não é uma organização democrática?

O princípio da democracia consiste em que todo o poder advém do povo. Na Igreja, porém, todo o poder vem de Cristo, pelo que ela tem um perfil hierárquico; simultaneamente, Cristo deu-lhe uma estrutura colegial.

O princípio hierárquico da Igreja consiste no próprio Cristo, que nela age quando os ministros ordenados fazem ou concedem algo que por si mesmos não fariam ou concederiam, isto é, quando, no lugar de Cristo, eles celebram os sacramentos e ensinam com plenipotência. O princípio colegial da Igreja consiste em que Cristo confiou a totalidade da fé a uma comunhão de doze Apóstolos, cujos sucessores conduzem a Igreja sob a presidência do ministério petrino; na base desta dimensão colegial são imprescindíveis os concílios da Igreja. A multiplicidade dos dons espirituais e a universalidade da Igreja tornam-se também fecundas em outras instituições da Igreja, como os sínodos e os conselhos. [Youcat 140]

Isto é o que dizem os Padres da Igreja

Os Apóstolos abençoados, tendo fundado e edificado a Igreja, entregaram nas mãos de Linus o ofício do episcopado. Deste Linus, Paulo faz menção nas Epístolas a Timóteo. Para ele sucedeu Anacletus; e depois dele, em terceiro lugar dos apóstolos, Clemente recebeu o episcopado. [Santo Irineu, Contra as heresias, Livro 3, Cap. 3 (MG 7, 849)]