All Tweets
Previous:
Next:
lolly's met afbeelding van paus

2.2 Como é que a Igreja é governada?

A Igreja atual

A Igreja é governada pelo Papa (que é também o bispo de Roma) junto com os outros bispos. O Papa é o sucessor do apóstolo Pedro, que foi escolhido por Jesus para liderar a Igreja.

Os outros bispos são os sucessores dos outros Apóstolos. Um bispo lidera uma diocese. Cada diocese é dividida em paróquias, que são lideradas por párocos ou pastores.

> Leia mais no livro

A Igreja é governada pelo papa e pelos bispos, cada um com a sua própria diocese, que é dividida em paróquias conduzidas por párocos.

A Sabedoria da Igreja

Porque é que Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica?

Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica com a missão de apascentar o povo de Deus em seu nome, e para isso lhe deu autoridade. A hierarquia eclesiástica é formada por ministros sagrados: Bispos, presbíteros e diáconos. Graças ao sacramento da Ordem, os Bispos e os presbíteros agem, no exercício do seu ministério, em nome e na pessoa de Cristo, a cabeça; os diáconos servem o povo de Deus na diaconia (serviço) da palavra, da liturgia, da caridade. [CCIC 179]

Como se atua a dimensão colegial do ministério eclesial?

A exemplo dos doze Apóstolos escolhidos e enviados por Cristo, a união dos membros da hierarquia eclesiástica está ao serviço da comunhão dos fiéis. Cada Bispo exerce o ministério, como membro do colégio episcopal, em comunhão com o Papa, participando com ele na solicitude pela Igreja universal. Os sacerdotes exercem o seu ministério no presbitério da Igreja particular, em comunhão com o próprio Bispo e sob a sua condução.[CCIC 180]

Porque é que o ministério eclesial tem um caráter pessoal?

O ministério eclesial tem também um caráter pessoal, pois, em virtude do sacramento da Ordem, cada um é responsável diante de Cristo, que pessoalmente o chamou, conferindo-lhe a missão. [CCIC 181]

Por que motivo a Igreja não é uma organização democrática?

O princípio da democracia consiste em que todo o poder advém do povo. Na Igreja, porém, todo o poder vem de Cristo, pelo que ela tem um perfil hierárquico; simultaneamente, Cristo deu-lhe uma estrutura colegial.


O princípio hierárquico da Igreja consiste no próprio Cristo, que nela age quando os ministros ordenados fazem ou concedem algo que por si mesmos não fariam ou concederiam, isto é, quando, no lugar de Cristo, eles celebram os sacramentos e ensinam com plenipotência. O princípio colegial da Igreja consiste em que Cristo confiou a totalidade da fé a uma comunhão de doze Apóstolos, cujos sucessores conduzem a Igreja sob a presidência do ministério petrino; na base desta dimensão colegial são imprescindíveis os concílios da Igreja. A multiplicidade dos dons espirituais e a universalidade da Igreja tornam-se também fecundas em outras instituições da Igreja, como os sínodos e os conselhos. [Youcat 140]

Qual é a missão do colégio dos Bispos?

O colégio dos Bispos, em comunhão com o Papa e nunca sem ele, exerce também sobre a Igreja supremo e pleno poder. [CCIC 183]

Como é que os Bispos exercem a sua missão de ensinar?

Os Bispos, em comunhão com o Papa, têm o dever de anunciar o Evangelho a todos, fielmente e com autoridade, como autênticas testemunhas da fé apostólica e revestidos da autoridade de Cristo. Mediante o sentido sobrenatural da fé, o Povo de Deus, adere indefctivelmente à fé, sob a condução do Magistério vivo da Igreja. [CCIC 184]

Quando se exerce a infalibilidade do Magistério?

A infalibilidade exerce-se quando o Romano Pontífice, em virtude da sua autoridade de supremo Pastor da Igreja, ou o Colégio Episcopal, em comunhão com o Papa, sobretudo reunido num Concílio Ecuménico, proclamam com um ato definitivo uma doutrina respeitante à fé ou à moral, e também quando o Papa e os Bispos, no seu Magistério ordinário, concordam ao propor uma doutrina como definitiva. A tais ensinamentos cada fiel deve aderir com o obséquio da fé. [CCIC 185]

Como é que os Bispos exercem o ministério de santificar?

Os Bispos santificam a Igreja dispensando a graça de Cristo, mediante o ministério da palavra e dos sacramentos, em particular da Eucaristia, e também com a oração e o seu exemplo e trabalho. [CCIC 186]

Como é que os Bispos exercem a função de governar?

Cada Bispo, enquanto membro do colégio episcopal, exerce colegialmente a solicitude por todas as Igrejas particulares e por toda a Igreja, juntamente com os outros Bispos unidos ao Papa. O Bispo, a quem é confiada uma Igreja particular, governa-a com a autoridade do poder sagrado, próprio, ordinário e imediato, exercido em nome de Cristo, bom Pastor, em comunhão com toda a Igreja e sob a condução do sucessor de Pedro.[CCIC 187]

Podem os bispos agir e ensinar contra o Papa e vice-versa?

Os bispos não podem agir nem ensinar contra o Papa; só o devem fazer com ele.  Pelo contrário, o Papa pode, em determinados casos, tomar decisões mesmo sem a concordância dos bispos.

Efetivamente, o Papa está, nas suas decisões, unido à fé da Igreja. Existe algo que se chama o “sentido comum da fé da Igreja”, uma convicção fundamental nas coisas da fé, operada pelo Espírito Santo e corrente na Igreja, em certa medida designada por “senso comum da Igreja”, isto é, “aquilo em que se creu sempre, em toda a parte e por todos” (São Vicente de Lérins). [Youcat 142]

Isto é o que dizem os Padres da Igreja

Que todos sigam o bispo como Jesus Cristo seguiu o Pai, e os sacerdotes, como se fosse os apóstolos. Reverenciem os diáconos como se fossem o comando de Deus  [Santo Inácio de Antióquia, Carta aos Esmirnenses, Cap. 8 (MG 5, 713)]