All Tweets
prev
Previous:3.34 Quando celebramos a Ascensão e o Pentecostes?
next
Next:3.36 Qual é o efeito do Batismo?

3.35 O que são os sacramentos?

Os sacramentos

Deus sabe que não podemos estabelecer contato com ele sem sua ajuda. É por isso que Jesus instituiu os sacramentos. Deus está presente nos sacramentos de uma maneira muito concreta.

Você pode considerar um sacramento como uma espécie de "portal" que Deus usa para nos fornecer acesso instantâneo à sua graça. Há sete sacramentos: Batismo, Confirmação, Eucaristia, Reconciliação, Unção dos Enfermos, Matrimônio e Ordenação.

> Leia mais no livro

Os 7 sacramentos são portas através das quais entramos na vida de Deus. Ele confiou a sua administração à Igreja.
A Sabedoria da Igreja

Como se realiza a iniciação cristã?

Realiza-se mediante os sacramentos que lançam os alicerces da vida cristã: os fiéis, renascidos pelo Batismo, são fortalecidos pela Confirmação e alimentados pela Eucaristia. [CCIC 251]

O que se requer de um batizando?

Ao batizando é exigida a profissão de fé, expressa pessoalmente no caso do adulto, ou então por parte dos pais e da Igreja no caso da criança. Também o padrinho ou madrinha e toda a comunidade eclesial têm uma parte de responsabilidade na preparação para o Batismo (catecumenato), bem como no desenvolvimento da fé e da graça batismal. [CCIC 259]

Quais são os sacramentos ao serviço da comunhão e da missão?

Dois sacramentos, a Ordem e o Matrimônio, conferem uma graça especial para uma missão particular na Igreja em ordem à edificação do povo de Deus. Eles contribuem em especial para a comunhão eclesial e para a salvação dos outros. [CCIC 321]

Existe alguma lógica que une os sacramentos?

Os sacramentos são todos um encontro com Cristo, que é, no fundo, o sacramento original. Há sacramentos da Iniciação, que introduzem na fé: o Batismo, a Confirmação e a Eucaristia. Há sacramentos da cura: a Reconciliação e a Unção dos Enfermos. E há sacramentos da Comunhão e do Envio: o Matrimônio e a Ordem.

O Batismo une a Cristo. A Confirmação concede-nos o Seu Espírito. A Eucaristia liga-nos a ele. A Reconciliação reconcilia-nos com Cristo. Pela Unção dos Enfermos, Cristo cura, fortalece e consola. No sacramento do Matrimônio, Cristo promete o seu amor no nosso amor e a sua fidelidade na nossa fidelidade. Pelo sacramento da Ordem, os sacerdotes podem perdoar pecados e celebrar a Santa Missa. [Youcat 193]

Como se designa o sacramento da Penitência?

O amor de Cristo revela-se no fato de Ele procurar quem está perdido e curar quem está doente. Por isso, são-nos concedidos os Sacramentos da cura e da regeneração, nos quais somos libertos do pecado e fortalecidos nas debilidades do corpo e da alma. [Youcat 224]

Quais são os sacramentos de serviço à comunhão?

Quem é batizado e confirmado pode também assumir um envio especial, pondo-se a serviço de Deus. Isto acontece mediante dois sacramento próprios: a Ordem e o Matrimônio.

Ambos os sacramentos têm algo em comum: são instituídos para os outros. Ninguém é simplesmente ordenado para si mesmo, como ninguém entra no estado matrimonial apenas para proveito próprio. Os sacramentos da Ordem e do Matrimónio visam a construção do Povo de Deus, isto é, eles são um canal através do qual Deus faz o amor fluir para o mundo. [Youcat 248]

Isto é o que dizem os Papas

A vida de oração nutre-se, antes de tudo, da participação na liturgia da Igreja. Para que se possa desenvolver, a vida interior requer a participação na Santa Missa e a frequência do Sacramento da Reconciliação. Deste modo toda a existência é permeada por Cristo: por Ele mesmo, pela Sua graça. Com efeito, foi Ele que disse: “Quem come a Minha carne e bebe o Meu sangue fica em Mim e Eu nele” (Jo 6, 56). A Eucaristia é o alimento espiritual no qual, de modo particular, haurimos a força espiritual no caminho do testemunho e podemos produzir fruto abundante. Por isso é tão importante a participação na Santa Missa dominical.  [Papa João Paulo II, Homilia em Gorzów, 2 Jun. 1997]